Feeds:
Posts
Comentários

Archive for março \17\UTC 2009

É impressionante o estrago causado à cidade de SP por uma rápida chuva “final de tarde”. Consegui registrar algumas imagens da Av. do Estado, próximo à Mooca, do terceiro andar do prédio onde trabalho:

IMG_0097 IMG_0098 IMG_0099 IMG_0100 IMG_0101 IMG_0102

 

Aquele VW Gol ali na segunda foto, carrinho guerreiro né, apostou uma corrida aquática com um Fiat Uno alguns minutos atrás… impressionante, o Uno parecia um pequeno barco, boiava mesmo! O Gol perdeu feio esta corrida! E que as seguradoras segurem!

Anúncios

Read Full Post »

Os netbooks, ou mini-notebooks, ou sub-notebooks, tornaram-se um sucesso inquestionável. Alguns gurus apostam que eles podem até substituir os notebooks. Confesso que nunca me interessei em conhecê-los, ou testá-los, como sempre faço quando algo inovador aparece. Mas recentemente fui rendido, em uma visita à famosa Santa Ifigênia, em São Paulo.

Não botava fé no poder destas “maquininhas”, nem no que elas poderiam fazer por mim. Confesso que fiquei surpreso com os avanços alcançados pelos fabricantes em desenvolver um hardware tão enxuto em tão pouco espaço, entregando força próxima ao esperado de um notebook normal, no que diz respeito à performance e utilidade.

O meu primeiro contato com estes equipamentos foi no ano passado, quando um colega de trabalho adquiriu um Asus eeePC. Ele carregava o bichinho para todo lado… leve e discreto, parecia um livro. Quando pedi a ele que me deixasse “ver”, aquela avaliação básica que todo geek faz em um equipamento, a quebra de conceitos e paradigmas foi iniciada de forma transparente, um déjà vu, como aconteceu quando comprei o meu MacBook.

Pequenos e leves são conceitos físicos… é como ver uma mulher magrinha e linda… nestes momentos é bom ter muita calma, pois elas podem ser inteligentes ou loiras burras. Sem nerdices, sem comparar mulheres a computadores, foi só um tchan de idéias… voltando ao assunto, pequeno e leve foi só a primeira das inúmeras boas impressões seguintes, o bichinho era bem rápido, com Windows XP, Office e algumas outras coisitas mais… rodava tudo muito bem, com eficiência.

Neste mesmo dia, onde pude testar o equipamento do meu camarada, comecei a pesquisar mais sobre todos os modelos existentes, reviews, testes etc. Foram alguns meses de espera até achar o que considerava o melhor custo X benefício, que me garantisse maior mobilidade com boa performance, e ao mesmo tempo fosse bonito e discreto. Foram muitos os modelos testados: Asus eeePC, MSI Wind, HP 2133, Dell Mini 9, HP Mini 1000 e o Acer Aspire One.

Dentre todos estes, o Acer Aspire One foi o escolhido por ter um conjunto melhor, com excelente autonomia da bateria, performance excelente para sua categoria, acabamento bem ajustado, teclado confortável e uma tela com qualidade invejável. Mais detalhes sobre os prós e contras serão usados mais à frente nesta resenha.

O HP 2133 era o mais bonito, com melhor acabamento. Porém vinha com um processador Via C7-M, que se mostrou bem fraco nos testes básicos que fiz no Vista, como editar um artigo no Word contendo textos, imagens, quadros e tabelas e, ao mesmo tempo, pesquisar um texto em PDF e buscar referências ou textos na internet, tarefas do meu dia-a-dia. O mesmo teste feito no Acer, por exemplo, rendeu muito bem, sem engasgos ou lentidão ao transferir conteúdo entre os programas.

O escolhido, meu novo amigo, um Acer Aspire One (AAO) preto, modelo AOA 150-1049, vem neste momento a ocupar a posição número um do meu arsenal, composto por um MacBook White e um Tablet HP tx1070BR. O HP está com a minha esposa, que o utiliza diariamente como seu notebook pessoal. O MacBook tá lá, morrendo de ciúmes, mas o utilizo como máquina de “potência”, quando preciso de algo mais poderoso, como trabalhar com fotografias.

Vamos à configuração do AAO:

– Processador Intel Atom 1.6GHz
– Tela de 8,9”
– Bateria de 6 células
– 1GB RAM
– 160GB HD
– Webcam de 1.3mpx
– 3 portas USB
– Wifi
– LAN
– Saída VGA
– Saída para fone de ouvido e entrada para microfone
– Leitor de cartões de memória
– Expansão de cartões de armazenamento (SD/SDHC)

Como complemento a este hardware, tenho um gravador de cd/dvd USB externo, da samsung, que funcionou perfeitamente tanto pelo Windows quanto pela BIOS, para boot pela unidade. Outro complemento é um LCD Samsung 931BW, de 19”, que utilizo durante logos tempos de trabalho… sempre conectamos um dos notes a ele, é mais confortável, com um teclado e mouse extras (Microsoft Wireless Laser Desktop 5000), também.

O AAO veio com o sabor XP do Windows, com cobertura de SP3. Recheios: trial do Office 2007 Student, a suíte de proteção McAfee entre outros, e com todos os drivers instalados perfeitamente, ou seja, era só ligar e testar tudo. Mas como tenho licenças do antivírus Kaspersky e do Office 2007 Professional, desinstalei as versões trial e instalei as minhas originais.

Impressionado com a performance geral do equipamento, mesmo após instalar tudo que precisava, além do antivírus, resolvi ir mais longe: instalar outro sistema operacional, o Windows Vista Home Premium.

A instalação realizada através do leitor USB externo foi perfeita, bem rápida. Drivers da webcam e LAN não foram reconhecidos de imediato, e continuaram não sendo, mesmo após instalação do SP1 e de várias sessões no Windows Update. Porém, graças ao Everest, consegui descobrir quais eram estes dispositivos e baixar seus respectivos drivers, diretamente do site da Acer. Os drivers para XP funcionaram no Vista, sem maiores problemas.

Bem… não sei o que acontece com o Vista e seus drivers, mas ele rodou bem melhor no AAO que no HP tx. O boot é extremamente rápido e o sistema fica pronto para uso em menos de 50 segundos, tempo que considero razoável para um hardware deste porte. Esta nova arquitetura da intel é realmente impressionante. O balanceamento entre performance e economia de energia é perfeita. Por falar em energia, em uso normal, editando textos, wifi, mouse USB sem fio e tela com brilho no mínimo, que eu acho mais que o suficiente, durou entre 4h30min e 5h30min. Neste momento, a carga está em 44%, perfil “Equilibrado”, estimando 2h36min restantes de utilização. Achei isto fantástico, ganha até do meu MacBook.

No slot lateral para expansão de armazenamento, deixo um SDHC Class 6 de 8GB da Kingston, configurado para ReadyBoost com 4090 MB. No geral, percebi um ganho de performance durante a abertura de alguns aplicativos e no boot, mas ainda não fiz medições mais acuradas para comprovar se tal ganho é benefício do ReadyBoost ou se é do Superfetch que, com o uso, otimiza bastante o sistema.. Mas deixa lá… estou confortável!

image

O índice de experiência do Windows do meu sistema ficou em 2,7, algo bem razoável também. Como comparação, o HP tx, um AMD Turion 64 X2 de 1,6GHz, 2 GB RAM, uma GeForce GO6150 e HD de 120 GB, também com Vista Home Premium SP1, marca 3.0.

image

Vamos aos contras:

– Não curti o “acer” impresso próximo à tela. Ficou feio.
– O espaço das bordas em volta da tela… a Acer poderia ter projetado uma tela maior, ao menos de 10”, para aproveitar este espaço. Os novos modelos, liberados em fev/2009, se não me engano, já possuem tela maior, de 10”.
– Trocar, ou expandir, a memória é um parto de octagêmeos… tem que desmontar o netbook inteiro, o que acarreta a perda da garantia. Fique esperto! Ainda que fui informado, por fontes confiáveis, que de 1 para 1,5GB de RAM não muda nada… mas eu gostaria de testar 😉
– A posição das teclas “Pg Up” e “Pg Dn”, acima das setas esquerda e direita. As pressiono acidentalmente 80% das vezes que preciso acionar as setas, até porque tenho as mãos grandes.
– Toda a base de apoio, que inclui os contornos do touchpad, e o próprio, é de plástico preto que engordura muito facilmente. Como sou extremamente cuidadoso, e fresco 8), com meus equipamentos, antes de guardar o note na luva sempre limpo cuidadosamente com uma flanela para remover tudo, inclusive do teclado. Este material tem cara de que fica manchado muito facilmente.

Para ficar perfeito:

– Avalio a tela como suficiente, mas uma de 10”, para aproveitar o espaço da tampa superior, seria perfeito!
– A resolução de 1024×600 é confortável para trabalhar, mas se fosse ao menos 1280×768 ficaria lindo!
– Expansão de memória até 2 GB.
Pen drive (ROM, no flash) brinde para restauração às configurações de fábrica.

Concluindo, a nós, felizes proprietários de um AAO, temos uma senhora máquina para trabalho. O XP roda liso… o Vista, perfeito! Não consegui testar o Windows 7 nele, mas creio que rode ainda melhor que o Vista. Quando sobrar um tempo vou gerar uma imagem de todo o sistema e guardar. Depois instalo o Windows 7 pra ver como vai se comportar. Gostaria muito de usar alguma distro linux nele, mas os softwares que eu preciso para trabalhar, gerar artigos acadêmicos e modelagem de processos de sistemas não são *nix friendly. Enfim, satisfeitíssimo com o AAO.

O que ainda não testei e, após ler alguns artigos por aí, estou chegando à conclusão que seja inviável é a virtualização (VMWare ou VirtualPC). Esta arquitetura não foi feita pra isto, não vou perder meu tempo.

Ah claro, como um bom geek, ser humano e filho de Deus, o Age of Empires II, SimCity 2000 e SimCity 3000 estão rodando lindamente bem nele! Além dos emuladores, claro! 😉

Read Full Post »